Com duração de dois dias, trouxe estudos, análises e discussões sobre o tratamento da hemofilia no Brasil e no mundo. Especialistas de todo o País estiveram presentes, como a hematologista pesquisadora da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e membro da Comissão de Assessoramento Técnico (CAT) da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde (MS), Margareth Ozelo.

A médica hematologista elogiou o evento. “Essa troca de experiência e estímulo à educação no caso de profissionais é sempre bem-vinda. É por eventos como esse que cito como muito importante a parceria o MS com a indústria farmacêutica. Faço questão de sempre estar presente.” Naoportunidade, estudos e informações foram compartilhados por Paula Villaça, da Universidade de São Paulo (USP) e Mônica Cerqueira, do Hemorio, além de outros especialistas de todo o País.

Durante o evento também foi lançado o livro  Ortopedia e Fisioterapia em Hemofilia, dos médicos Álvaro Luiz Perseke Wolff e Luciano da Rocha Loures Pacheco. Os dois estiveram presentes e assinaram as publicações de todos os convidados. No dia 26, foram realizados quatro workshops sobre hemofilia e os seus tratamentos.

Siga a ABHH @ABHH no Instagram
e utilize a #ABHH