O artigo “O mesmo que vender terreno na lua”, foi publicado na seção “Opinião” do jornal Correio Braziliense, de 18 de maio.