A Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH) convida a todos os envolvidos, direta ou indiretamente – como gestores, prescritores, recebedores (pacientes), familiares e participantes de procedimentos transfusionais -, para que peçam a inclusão dos testes NAT para HIV, hepatite C e hepatite B no rol de cobertura da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Até 7 de julho está aberta a consulta pública nº 53 da Agência, na qual é apresentada à população a proposta de revisão do rol de procedimentos obrigatórios a serem abarcados pelas operadoras de planos de saúde a partir de janeiro de 2014. Diante disso, a entidade chama à participação por meio do envio de argumentos que julguem de importância para que a obrigatoriedade seja implementada.

Ao todo, 23 especialidades enviaram solicitações à Agência. Entre elas, a de hematologia e hemoterapia, conforme pode ser verificado no resumo de solicitações apresentado pelo grupo técnico responsável pelo processo de revisão do rol de procedimentos. “Fomos a segunda especialidade em número de contribuições, com 51 sugestões viáveis colocadas em consulta”, relata o diretor de defesa de Classe da ABHH, José Francisco Comenalli Marques Jr.

Em 13 de junho, por meio da Portaria nº 25 da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE) do Ministério da Saúde, foi incorporado o teste NAT na testagem de sangue de doadores para detecção do vírus HIV e da hepatite C, no âmbito do Sistema Nacional de Sangue, Componentes e Hemoderivados do Sistema Único de Saúde (SUS). Leia mais

Siga a ABHH @ABHH no Instagram
e utilize a #ABHH