Dosagem da triptase sérica e o diagnóstico da mastocitose sistêmica avançada

A mastocitose é uma doença rara que se caracteriza pelo acúmulo anormal de mastócitos na pele (forma cutânea) e, por vezes, em diversas outras partes do corpo (forma sistêmica).

O diagnóstico da mastocitose sistêmica avançada é primordial para que o tratamento seja realizado o quanto antes. Principalmente, porque a forma sistêmica, que acontece pelo acúmulo de mastócitos na medula óssea, quando avançada pode causar uma redução na produção de células sanguíneas, gerando o desenvolvimento de doenças graves como a leucemia, além de poder afetar o funcionamento de diversos órgãos.

O diagnóstico da mastocitose é feito através da avaliação clínica, realização de biópsia da pele ou medula óssea além de exames laboratoriais como a dosagem da triptase sérica.

A presença da triptase sérica é um biomarcador essencial para o diagnóstico da doença.

Você pode realizar o exame gratuitamente, através do Programa Bem Estar, da Novartis. Nele, o profissional da saúde realiza o cadastro e indica qual paciente necessita do benefício.

Conheça melhor, clicando aqui.

Siga a ABHH @ABHH no Instagram
e utilize a #ABHH